Segundo lote da vacina russa contra Covid-19 já está sendo produzido para o uso civil

O Centro Gamaleya já está produzindo o segundo lote da vacina russa Sputnik V que será distribuída à população civil, afirmou o diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, Aleksandr Gintsburg

Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia 11/06/2020
Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia 11/06/2020 (Foto: Sputnik News)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Centro Gamaleya já está produzindo o segundo lote da vacina russa Sputnik V, cada lote do medicamento é verificado pelo Serviço Federal de Vigilância na Área da Saúde da Rússia.

A informação sobre o segundo lote veio após ter sido anunciado que o primeiro lote para o uso civil já havia sido lançado.

"Agora, o segundo lote já está sendo produzido, ele está passando por controle do Roszdravnadzor [Serviço Federal de Vigilância na Área da Saúde da Rússia]", afirmou à Sputnik o diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, Aleksandr Gintsburg.

Desta forma, é esperada a ordem do Ministério da Saúde da Rússia para que a Sputnik V comece a ser distribuída pelas regiões do país.

Vacina Sputnik V

No início de agosto deste ano, a Rússia se tornou o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Desde então, o país tem se esforçado para iniciar sua produção, enquanto testes clínicos comprovam a eficácia do medicamento.

Desenvolvida pelo Centro Gamaleya, a vacina também tem despertado interesse fora da Rússia, inclusive no Brasil.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email