Testes com vacina chinesa contra Covid-19 devem levar 90 dias, diz Doria

“A estimativa é de concluir todo o estudo da Fase 3 de testes da CoronaVac, a vacina contra o coronavírus, em até 90 dias”, afirmou o governador de São Paulo, João Doria

Agente de saúde manuseia possível vacina para Covid-19 10/04/2020
Agente de saúde manuseia possível vacina para Covid-19 10/04/2020 (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)
Siga o Brasil 247 no Google News

Eduardo Simões, Reuters - Os testes clínicos de Fase 3 no Brasil com a potencial vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela chinesa SinoVac Biotech começarão na terça-feira no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP) e deverão estar concluídos em 90 dias, disse nesta segunda-feira o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“A estimativa é de concluir todo o estudo da Fase 3 de testes da CoronaVac, a vacina contra o coronavírus, em até 90 dias”, disse Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

O estudo da potencial vacina chinesa será liderado pelo Instituto Butantan em 12 centros de pesquisa de cinco Estados e do Distrito Federal, junto a 9 mil voluntários, que são profissionais da área de saúde. O início dos testes na terça se dará com a aplicação em 890 voluntários no HC da USP.

PUBLICIDADE

Também presente na entrevista coletiva o diretor do Butantan, Dimas Covas, disse que, de 0 a 10, seu grau de otimismo com a vacina da SinoVac é 11.

“Podemos ter aqui no Brasil a primeira vacina a ser usada em massa. E essa perspectiva em termos temporais é muito, muito favorável”, disse ele.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email