Uma morte por minuto: Folha de S. Paulo fica de luto com catástrofe sanitária e usa fundo negro em seu site

O jornal Folha de S. Paulo ‘pintou’ sua página na internet de preto, como forma de protesto e luto diante do recorde de mortes por coronavírus no país somado ao descaso do governo federal. O veículo destacou a aceleração da tragédia brasileira: uma morte a cada minuto

Folha de S. Paulo e Bolsonaro
Folha de S. Paulo e Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A catástrofe sanitária brasileira ainda nem chegou ao seu ápice e o terror diante de um governo genocida atinge níveis extremos de desolação e impotência. O jornal Folha de S. Paulo lançou mão de um recurso muito pouco usual: a mudança cromática de sua identidade digital, justamente para destacar a tristeza pelas vidas de brasileiros que vão indo embora. 

Em texto carregado de emoção, o jornal destacou: “bastaram cem dias, completados nesta quinta-feira (4), para que a doença já descrita como “gripezinha” passasse a matar um brasileiro por minuto. Desde o 1º diagnóstico da Covid-19, em 25 de fevereiro em São Paulo, até este 4 de junho, 34.021 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus. O saldo supera neste mesmo dia o da Itália, primeiro símbolo da tragédia, onde o vírus se instalou antes, em janeiro, e faz do país o 3º em óbitos na pandemia. 

O Brasil alcança a triste marca no momento em que governadores e prefeitos arrefecem medidas de isolamento social e o governo federal pede o fim da quarentena. Infectologistas, epidemiologistas e outros estudiosos, contudo, alertam que o pico da crise —o auge das mortes, quando elas passarão a diminuir— ainda está por vir. Enquanto você lia este texto, mais um brasileiro morreu por causa do coronavírus.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247