Advogado de motoboy da VTCLog que recorreu por silêncio na CPI já atuou na defesa de Queiroz e Adriano da Nóbrega

Advogado Alan Diniz Moreira Guedes de Ornelas já atuou na defesa de Fabrício Queiroz, ex-chefe de gabinete do senador Flávio Bolsonaro, e do miliciano Adriano da Nóbrega

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia
Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O advogado Alan Diniz Moreira Guedes de Ornelas, que ingressou com uma ação junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a anulação do depoimento do motoboy da VTCLog na CPI da Covid, marcado para esta terça-feira (31) já atuou na defesa de Fabrício Queiroz do miliciano Adriano da Nóbrega. A informação foi postada nas redes sociais pelo jornalista Fernando Molica.  

“Citei há pouco no Liberdade de Opinião, na CNN: advogado do motoboy da VTCLog que recorreu ao STF para não depor já atuou na defesa de Queiróz e de Adriano da Nóbrega. Senador Randolfe me disse que a CPI vai votar a convocação de Karina Kufa, advogada de Bolsonaro”, escreveu Molina no Twitter. 

A advogada Karina Kufa entrou no radar da CPI em função de ter organizado um jantar onde estariam o filho 04 de Jair Bolsonaro, Jair Renan, e dois supostos lobistas que atuaram pela Precisa Medicamentos no caso do contrato irregular envolvendo a aquisição da compra da vacina indiana Covaxin. 

PUBLICIDADE

Confira a postagem de Fernando Molica no Twitter. 

 Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email