Aziz: ministro Wagner Rosário, da CGU, "é um prevaricador"

De acordo com o presidente da CPI da Covid, Rosário sabia das irregularidades cometidas pelo ex-servidor Roberto Ferreira Dias na contratação de vacinas contra a Covid-19, mas "não tomou providências"

Omar Aziz e Wagner Rosário
Omar Aziz e Wagner Rosário (Foto: Pedro França/Agência Senado | Jörn Wolter/CGU)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou durante a sessão desta terça-feira (15) que o ministro Wagner Rosário, da Controladoria-Geral da União (CGU), prevaricou em relação aos casos de corrupção no Ministério da Saúde. 

"Wagner Rosário é prevaricador", disparou Aziz. De acordo com o senador, o militar sabia das irregularidades cometidas pelo ex-servidor da pasta Roberto Ferreira Dias na contratação de vacinas contra a Covid-19, mas "não tomou providências". 

"Ele tem que explicar não as operações que ele fez, mas sim a omissão dele em relação ao governo federal", reforçou o presidente da CPI. "O Wagner Rosário, que tinha acesso a estas mensagens desde 27 de outubro, é um prevaricador. Tem obrigação constar isso no relatório".

PUBLICIDADE

O vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), defendeu que Rosário seja convocado a depor como investigado. 

Assista ao vivo na TV 247:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email