Bolsonaro autoriza e AGU prepara habeas corpus para blindar Pazuello na CPI da Covid

A ideia é que o ex-ministro possa comparecer à CPI com o direito de responder somente as perguntas que quiser. O Planalto avalia que, ao proteger Pazuello, também protege Bolsonaro

www.brasil247.com -
(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)


247 - Jair Bolsonaro autorizou, segundo Caio Junqueira, da CNN Brasil, que a Advocacia-Geral da União (AGU) prepare um habeas corpus para blindar o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello na CPI da Covid. O processo já está em andamento.

O objetivo é fazer com que Pazuello possa comparecer à comissão com o direito de responder apenas aos questionamentos que quiser.

O texto do habeas corpus deve ser entregue ao advogado-geral da União, André Mendonça, nesta quarta-feira (12), quando ele fará uma revisão final. A expectativa é de que o HC seja apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) até sexta-feira (14). O depoimento de Pazuello à CPI está marcado para 19 de maio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Palácio do Planalto entende que, ao proteger Pazuello, também protege Bolsonaro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O recurso da AGU deve ser relatado pelo ministro Ricardo Lewandowski.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email