Contarato condena homofobia de Fakhoury: "orientação sexual não define caráter"

Nas redes sociais, o empresário disse que "o delegado homossexual assumido talvez esteja pensando no perfume de alguma pessoa". Otávio Fakhoury, utilizou um tuíte do senador para publicar texto ofensivo à ele. A CPI da Pandemia encaminhou a denúncia ao Ministério Público Federal

(Foto: Roque de Sá/Agência Senado | Leopoldo Silva/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247-  O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) criticou um comentário homofóbico feito pelas redes sociais pelo empresário Otávio Fakhoury, depoente na CPI da Covid nesta quinta-feira (30). Otávio Fakhoury, utilizou um tuíte do senador para publicar texto ofensivo à ele. O senador pediu à Polícia Legislativa que apure o crime de homofobia. 

Nas redes sociais, Fakhoury fez referência a Contarato quando ele foi interrompido, inúmeras vezes, durante o depoimento do empresário bolsonarista Luciano Hang.

“O delegado homossexual assumido talvez esteja pensando no perfume de alguma pessoa naquele plenário. Quem seria o perfumado que o cativou?”

PUBLICIDADE

O senador Fabiano Contarato disse que “dinheiro não compra dignidade, não compra caráter, cursos não compram humildade compaixão, caridade” em referência ao discurso inicial do depoente onde exibiu seu extenso currículo de uma vida de privilégios. 

Emocionado, Contarato questionou o depoente, que também é pai, se ele nao pensou no tipo de imagem que o senador  estaria deixando para os filhos, quando escreveu comentários ofensivos direcionados a ele. 

“Não é fácil me expor. Mas que tipo de imagem deixo pros meus filhos? Que tipo de imagem o senhor deixa pros seus filhos. O senhor vem aqui e fala que pauta sua vida pelos princípios da legalidade e moralidade”, questiona. 

PUBLICIDADE

Após exibir o tuíte do depoente onde é atacado por ser homssexual, Contarato questiona atitude de um homem maduro como Otávio Fakhoury.

O senador, que  lembrou ao depoente que “o mesmo STF que o senhor defende para extinguir,  criminalizou a homofobia”, citou Martin Luther King sobre ter um sonho. 

PUBLICIDADE

 “Sonho um dia em que não serei julgado por minha orientação sexual, que meus filhos não sejam julgados por serem negros, que minha irmão não seja julgada por ser mulher, que meu pai não seja hositiizado por ser idoso. Este dia ainda não chegou porque o senhor é o tipo da pessoa que retrata muito bem este presidente da República, que fala em família, mas não respeita a família. Que fala em Deus acima de todos, mas Deus está entre todos nós”, comparou.

O empresário tentou justificar o comentário homofóbico dizendo que “foi uma brincadeira” e que “não queria ofender”. 

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-ES), informou que a CPI vai oferecer ao Ministério Público Federal denúncia de crime de homofobia contra o senador Contarato. 

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email