CPI da Covid deve convocar direção da Pfizer, que no ano passado ofereceu vacinas ao Brasil e Bolsonaro recusou

O presidente da CPI da Covid, Osmar Aziz (PSD-AM), pretende convocar o executivo da Pfizer para depor

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Executivos da Pfizer serão convocados a depor na CPI da Covid, segundo informou o presidente da Comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM).

Aziz explicou em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, que investigar a questão do acordo de compra de vacinas da Pfizer é uma das prioridades da CPI. 

A vacina, cujo primeiro lote, de 1 milhão de doses, chegou ao Brasil há poucos dias, já havia sido oferecida ao governo federal no meio de 2020, informa o UOL.

Em janeiro deste ano, a Pfizer informou que já havia encaminhado três propostas ao governo brasileiro para a aquisição de 70 milhões de doses. A primeira delas teria sido enviada em 15 de agosto de 2020, cinco meses antes de quando a vacinação iniciou de fato no Brasil. Segundo a proposta, as primeiras doses poderiam ter sido entregues em dezembro do ano passado. 

"Em relação a compra da vacina, um dos principais casos que queremos investigar imediatamente é a Pfizer. Por isso que os próximos convidados, convocados ou para testemunhas, com certeza serão os fabricantes, representantes da Pfizer, o CEO da Pfizer no Brasil", afirmou Aziz.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email