Fakhoury pagou material da campanha de Bolsonaro sem declarar à Justiça Eleitoral

Fakhoury disse que não vê ilegalidade no ato: "Este valor que foi relatado no inquérito foi um valor de ajuda, que nada tem a ver com a campanha”

www.brasil247.com - Otávio Fakhoury
Otávio Fakhoury (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O empresário bolsonarista Otávio Fakhoury afirmou à CPI da Covid nesta quinta-feira (30) que pagou R$ 50 mil pela impressão de materiais da campanha de Jair Bolsonaro em 2018, mas jamais declarou os gastos ao Tribunal Superior Eleitoral. 

Fakhoury disse que não vê ilegalidade no ato. "As pessoas imprimiam o seu material. Este valor que foi relatado no inquérito foi um valor de ajuda, que nada tem a ver com a campanha”, negou. 

“Fomos imprimindo o material como todo mundo fez. Eram grupos grandes, em 4 estados e se eu podia ajudá-los e cada um podia imprimir seu material, o fiz. Não tinha nada a ver com a campanha. Nunca foi solicitado por alguém da campanha”. 

PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à sessão da CPI ao vivo:

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email