Marconny Albernaz, lobista da Precisa e íntimo de Jair Renan, chega ao Senado para depoimento à CPI

Advogado Marconny Albernaz Ribeiro, suposto lobista da Precisa Medicamentos, irá depor sobre a suposta atuação na negociação que resultou no contrato bilionário do Ministério da Saúde com a Precisa para a compra da vacina Covaxin

Advogado Marconny Albernaz Ribeiro
Advogado Marconny Albernaz Ribeiro (Foto: Pedro França Agência Senado I Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

O advogado Marconny Albernaz Ribeiro, apontado como lobista da Precisa Medicamentos e que teria ajudado Jair Renan, filho de Jair Bolsonaro a abrir uma empresa, já cegou ao Senado para prestas depoimento à CPI da Covid. 

os parlamentares deverão questionar o depoente sobre a suposta atuação na negociação que resultou no contrato bilionário do Ministério da Saúde com a Precisa para a venda da vacina indiana Covaxin contra a Covid-19. O governo federal cancelou o negócio por suspeita de irregularidades.

De acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI e autor do pedido de convocação, "a CGU [Controladoria-Geral da União] aponta evidências de tentativa de interferência no processo de chamamento público para contratação direta de 12 milhões de testes de Covid-19". 

PUBLICIDADE

Os senadores também querem ouvir de Albernaz respostas sobre a participação dele na venda de testes contra a Covid-19 ao poder público.

Saiba Mais: 

Lobista da Precisa levava advogada de Bolsonaro para passeios de lancha

PUBLICIDADE

Mensagens enviadas à CPI da Covid mostraram que o lobista Marconny Albernaz de Faria, apontado como um intermediário da Precisa Medicamentos, mantinha relação com Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro. Em uma das mensagens, de maio de 2020, ela aceitou o convite para dar uma volta de lancha. "Borá andar de lancha???", disse Marconny.  "Bom dia"; "Vamos!"; "To precisando tirar a tensão da cabeça", respondeu a advogada. O teor das mensagens foi publicado pelo jornal Folha de S.Paulo.

Senadores da CPI investigam a Precisa Medicamentos por suspeita de irregularidades nas negociações da vacina indiana Covaxin. O Ministério da Saúde encerrou o contrato de R$ 1,6 bilhão com a empresa para a compra de 20 milhões de doses do imunizante.

O lobista também marcou duas vezes médico para a advogada e até disse que iria com ela a uma das consultas. "Marquei pra manhã seu médico às 17h. Vou com vc!!!", afirmou em uma mensagem de junho de 2020.

PUBLICIDADE

Em outra mensagem, Marconny a convidou, em 31 de agosto de 2020, para ir ao casamento da advogada Anna Carolinna Noronha, filha do ministro e ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) João Otávio Noronha. "Já falei com o Renan"; "Quero que venha"; "Casamento da Filha do min Noronha"; "Vai ser toppp!!!"; "Marque na sua agenda"; "Só a nata da corte .... muito selecionado".

Marconnny também participa de alguns grupos de WhatsApp em comum com o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho mais velho de Bolsonaro.

Ana Cristina Valle e Jair Renan

O lobista marcou, ainda, serviços de cabelo e maquiagem para Ana Cristina Valle, ex-esposa de Bolsonaro. "As profissionais vão vir aqui pra casa", disse Marconny. "Vai arrumar vc a Tati e a Karina Kufa", afirma.

PUBLICIDADE

De acordo com os diálogos, o lobista também manteve conversas com Jair Renan ao tratar da abertura de uma empresa do filho de Bolsonaro. No dia 17 de setembro de 2020, Marconny escreveu: "Bora resolver as questões dos seus contratos!! Se preocupe com isso. Como te falei, eu e o William estamos a sua disposição para ajudar te ajudar", disse.

A mensagem trata de William de Araújo Falcomer dos Santos, que Marconny representa na CPI da Covid. Jair Renan respondeu: "Show irmão. Eu vou organizar com Allan a gente se encontrar e organizar tudo".

Outro lado

Em nota, a assessoria de Kufa afirmou que a advogada não tem relação com representantes da Precisa e nunca ouviu o termo "lobista" associado a Marconny. "Ao que tudo indica, esse rótulo foi inaugurado na CPI. Ele é uma pessoa conhecida no meio jurídico em Brasília", disse a assessoria.

Advogado de Marconny, William de Araújo Falcomer dos Santos afirmou que tem havido divulgação indevida e distorcida das conversas. "Foram feitas distorções maldosas em relação aos nomes da advogada Karina Kufa e Ana Cristina Valle", afirmou o advogado. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email