“O depoimento de Pazuello é uma pandemia de contradições, mentiras e omissões”, diz Renan Calheiros

Em entrevista à revista ISTO É, o senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, aponta o fracasso do governo Bolsonaro no enfrentamento da pandemia de Covid-19 e diz que o ocupante do Palácio do Planalto recorreu a um “gabinete das trevas” para tomar medidas errôneas

(Foto: Reprodução | Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 -  "O depoimento de Pazuello é uma pandemia de contradições, mentiras e omissões. Mentiras que vão da compra da Coronavac ao uso da cloroquina", afirma o senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, em entrevista à ISTO É.

Para o senador emedebista, é "inacreditável" que embora dois ex-ministros (Mandetta e Teich) tenham afirmado nesta CPI que sofreram pressões de Bolsonaro para o uso da cloroquina, somente ele o isenta de responsabilidades nesse sentido. 

Renan esclarece que todos os momentos nos quais Pazuello mentiu estão comprovados por gravações e documentos inapagáveis. E informa que vai juntar ao relatório final da CPI todas essas mentiras do ex-ministro da Saúde. 

PUBLICIDADE

O senador destaca que um “ministério das sombras”, “das trevas” ou “ministério da doença”, orientaram Jair Bolsonaro na tomada de medidas durante a pandemia. Renan considera que a participação do vereador Carlos Bolsonaro tem sido recorrente nesse "ministério da doença", mas que ainda não é uma prioridade convocar o filho de Jair Bolsonaro a depor na CPI da Covid. 

Embora ainda seja cedo para adiantar as conclusões do seu relatório, Renan sinaliza que este apontará as responsabilidades do governo Bolsonaro pelas 450 mil mortes de brasileiros até agora na pandemia. 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email