Senadores trocam ofensas e palavrões e precisam ser separados em sessão da CPI (vídeo)

Troca de insultos aconteceu entre o relator, Renan Calheiros, e o senador Jorginho Mello

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL) e o senador Jorginho Mello (PL-SC) trocaram insultos e quase se agrediram fisicamente durante a oitiva de Danilo Trento, diretor institucional da Precisa Medicamentos. A confusão aconteceu após Renan acusar o governo de corrupção na compra de vacinas contra a Covid-19.  

Ao sair em defesa do governo federal, Jorginho Mello interrompeu a fala do reator que avisou que não podia ser interrompido. "Foram os picaretas que tentaram vender..” disse Jorginho. “Não pode me interromper. Não permito, não aceito”, respondeu o relator. “Não aceita,  mas eu falo do mesmo jeito”, disparou o catarinense. “Vai pros quintos então”, completou. “Vá  você com o seu presidente e com o Luciano Hang”, disse Renan. Jorginho mandou o relator "lavar a  boca” para falar do empresário bolsonarista que teve a sua convocação aprovada pela CPI nesta quarta-feira.

 “Vai lavar a tua vagabundo”, respondeu Renan.  Os parlamentares, então, começaram a trocar ofensas até que a TV Senado cortou o áudio da sessão. Outros parlamentares interferiam para separar os senadores que se levantaram e quase chegaram às vias de fato. A sessão foi retomada alguns minutos depois.

PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à sessão da CPI ao vivo:

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email