“Temos um Jim Jones na presidência da República”, diz Renan Calheiros (vídeo)

“Temos um Jim Jones na presidência. A diferença para o americano é que ele induziu ao suicídio e a pessoa que está na Presidência, ele induz a esse morticínio e isso não pode acontecer”, disse o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), em referência a Jair Bolsonaro

Senador Renan Calheiros (MDB-AL), ato contra Jair Bolsonaro e o ex-religioso Jim Jones
Senador Renan Calheiros (MDB-AL), ato contra Jair Bolsonaro e o ex-religioso Jim Jones (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado | Mídia NINJA | Divlgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em discurso na CPI da Covid, no Senado, o relator Renan Calheiros (MDB-AL) criticou, nesta sexta-feira (11), Jair Bolsonaro pelo mau gerenciamento da pandemia. 

“Temos um Jim Jones na presidência. A diferença para o americano é que ele induziu ao suicídio e a pessoa que está na Presidência, ele induz a esse morticínio e isso não pode acontecer”, disse. Jim Jones foi um religioso que levou 918 fiéis de sua seita ao suicídio coletivo em 1978, na Guiana.

O parlamentar reforçou que Bolsonaro “desdenhou a eficácia da vacina”. “Depois de ser pego no flagrante de fazer lobby de empresa privada para a cloroquina, ele ataca a máscara”.

Bolsonaro pretende editar um decreto para desobrigar quem estiver vacinado ou já tiver sido infectado a usar máscara de proteção contra o coronavírus.

Também na CPI, a microbiologista Natalia Pasternak destacou a falta de eficácia da cloroquina para o tratamento de pessoas diagnosticadas com a Covid-19. O remédio foi defendido por Bolsonaro. “Já testamos a cloroquina em tudo e não funciona. Só não testamos em emas porque elas fugiram”, disse ela.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email