Witzel promete revelar informações sobre relação do clã Bolsonaro com milícias se houver sessão secreta na CPI

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou que apresentará requerimento para a realização da sessão secreta, que ainda será votado. Nela, o senador Flávio Bolsonaro, que bateu boca com Witzel nesta quarta, não poderá estar presente

Wilson Witzel e Jair Bolsonaro
Wilson Witzel e Jair Bolsonaro (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente da CPI da Covid no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que irá produzir um requerimento para que os senadores tenham uma sessão secreta com o ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que deixou a comissão sem concluir seu depoimento

Durante a sessão desta quarta-feira (16), Witzel afirmou que somente responderá a questões sobre o envolvimento de Jair Bolsonaro no assassinato de Marielle Franco sob sigilo. 

Questionado pelo presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), sobre o porteiro do condomínio onde mora Jair Bolsonaro, que interfonou para a casa do então deputado federal para obter liberação da entrada de um dos envolvidos no crime, Witzel disse: "Há um fato que vou manter em sigilo e se houver a sessão em segredo de Justiça, vou revelar. Um fato gravíssimo. Envolve intervenção do governo federal em meu governo".

PUBLICIDADE

Falando do porteiro para Aziz, o ex-governador disse: "só posso responder se a CPI adotar o procedimento do segredo de Justiça, porque os fatos são graves". 

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email