CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Cultura

A péssima fase do cinema nacional

Público para produções brasileiras despencou 40% nas duas primeiras semanas de setembro; filmes estrangeiros representam quase 95% da renda neste ano

A péssima fase do cinema nacional (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Guilherme Jeronymo
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O público nos filmes nacionais caiu cerca de 40% entre 31 de agosto e 13 de setembro deste ano, na comparação com 26 de agosto a 8 de setembro de 2011 (referente às semanas 35 e 36 do ano), conforme dados da Agência Nacional de Cinema (Ancine) divulgados hoje (2). A renda também registrou queda no período de aproximadamente 35%.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nas primeiras 36 semanas do ano, foram vendidos 102,33 milhões de ingressos, somando R$ 1,131 bilhões. Em igual período de 2011, o cinema atraiu 103,36 milhões de expectadores, com renda de R$ 1,056 bilhões.

Os filmes estrangeiros concentraram 93,8% do público e 94,3% da renda este ano. No período analisado, os filmes nacionais mais vistos foram O Diário de TatiE Aí, Comeu?À Beira do Caminho e Totalmente Inocentes. Entre os estrangeiros, aparecem Os Mercenários 2O DitadorO Vingador do FuturoAbraham Lincoln: Caçador de Vampiros e O Legado Bourne.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO