Ana Cañas comanda protestos no Rock in Rio contra “cura gay”

Artistas e o público do Rock in Rio se engajaram no repúdio ao projeto de lei que permite que psicólogos tratem homossexuais como doentes, comumente conhecido como projeto de 'cura gay'; a cantora Ana Cañas também se mobilizou e empunhou a bandeira de arco-íris: “O amor é a cura. O amor é livre. Trate sua ignorância. Trate seu preconceito. Por um mundo cheio de amor”, protestou a artista.

Artistas e o público do Rock in Rio se engajaram no repúdio ao projeto de lei que permite que psicólogos tratem homossexuais como doentes, comumente conhecido como projeto de 'cura gay'; a cantora Ana Cañas também se mobilizou e empunhou a bandeira de arco-íris: “O amor é a cura. O amor é livre. Trate sua ignorância. Trate seu preconceito. Por um mundo cheio de amor”, protestou a artista.
Artistas e o público do Rock in Rio se engajaram no repúdio ao projeto de lei que permite que psicólogos tratem homossexuais como doentes, comumente conhecido como projeto de 'cura gay'; a cantora Ana Cañas também se mobilizou e empunhou a bandeira de arco-íris: “O amor é a cura. O amor é livre. Trate sua ignorância. Trate seu preconceito. Por um mundo cheio de amor”, protestou a artista. (Foto: Charles Nisz)

Revista Fórum - A “cura gay”, como está sendo tratada a decisão de permitir que psicólogos tratem a homossexualidade como doença, foi parar no palco do Rock in Rio. Os artistas e o público, que prestigiaram o quarto dia do festival, nesta quinta-feira (21), protestaram contra a iniciativa. No dia do show de roqueiros, como os do Aerosmith e Fall Out Boy como atrações principais, as bandeiras coloridas deram o tom.

No palco, Ana Cañas, que abriu o Palco Sunset, também se mobilizou e empunhou sua bandeira de arco-íris. “O amor é a cura. O amor é livre. Trate sua ignorância. Trate seu preconceito. Por um mundo cheio de amor”, protestou a artista.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247