Ator de teatro e cinema Danny Aiello morre aos 86 anos

Danny Aiello, ator veterano de teatro e cinema lembrado por seus papéis em “Faça A Coisa Certa”, de Spike Lee, “A Rosa Púrpura do Cairo”, de Woody Allen, e outros filmes, morreu aos 86 anos

Ator Danny Aiello em foto de março de 2013
Ator Danny Aiello em foto de março de 2013 (Foto: Carlo Allegri)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

NOVA YORK (Reuters) - Danny Aiello, ator veterano de teatro e cinema lembrado por seus papéis em “Faça A Coisa Certa”, de Spike Lee, “A Rosa Púrpura do Cairo”, de Woody Allen, e outros filmes, morreu aos 86 anos, informou sua agente literária nesta sexta-feira.

Aiello, indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro por seu papel coadjuvante de dono de pizzaria no filme de 1989 de Spike Lee, morreu na noite de quinta-feira, disse Jennifer De Chiara à Reuters.

“Tudo o que posso dizer é que Danny era um talento raro e um homem maravilhoso”, disse De Chiara em um email. “O mundo amou Danny, e ele o amou igualmente. Ele deixará saudade”.

Sua morte foi noticiada primeiro pelo TMZ, que disse que ele morreu enquanto era tratado de uma doença súbita em um centro médico de Nova Jersey.

Nascido na cidade de Nova York em 20 de junho de 1933, Aiello teve vários empregos, incluindo motorista de ônibus de viagem, antes de começar a atuar já com cerca de 30 anos, de acordo com o IMDB.

Foi no famoso clube de comédia nova-iorquino Improv, onde Aiello havia trabalhado como segurança, que o artista se lançou no mundo do entretenimento, substituindo um apresentador, disse o site.

Aiello fez dezenas de filmes, incluindo “Feitiço da Lua”, produção de Norman Jewison de 1987 com Cher, Nicholas Cage e Olympia Dukakis. Em 1986, ele apareceu com Madonna no vídeo de “Papa Don’t Preach”.

Em 2004, sua carreira se expandiu para a música — ele lançou sua primeira música de trabalho, “All of Me”, e um álbum de clássicos acompanhado por uma banda de jazz de oito músicos, segundo o IMDB.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247