Bolsonaro censura cinema nacional: “não posso admitir um filme como Bruna Surfistinha”

"Eu não posso admitir que com o dinheiro público se faça um filme como Bruna Surfistinha. Não temos problema com essa opção ou aquela. O ativismo que não podemos permitir", disse Jair Bolsonaro durante discurso sobre 200 dias de governo

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

247 - O presidente Jair Bolsonaro sinalizou uma censura ao cinema nacional nesta quinta-feira, 18, durante discurso na solenidade de 200 dias do governo.

“Com o Osmar Terra [ministro da Cidadania] fomos a um canto e nos acertamos. Eu não posso admitir que com o dinheiro público se faça um filme como Bruna Surfistinha. Não temos problema com essa opção ou aquela. O ativismo que não podemos permitir, em respeito com as famílias”, disse ele.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247