Caetano e Sônia Braga assinam manifesto Eleição sem Lula é fraude

O documento foi lançado semanas antes do julgamento de Lula no TRF4-4 e segue coletando assinaturas. Dentre as mais renomadas, as dos artistas brasileiros Chico Buarque, Wagner Moura, Marieta Severo e Gregório Duvivier. Os diretores de cinema Tata Amaral (“Trago Comigo”), Kleber Mendonça (“Aquarius” e “Som ao Rede”), Sérgio Machado (“Abril Despedaçado” e “Cidade Baixa” e Sílvio Tendler (“Jango” e “Os anos JK”; agora foi a vez de Caetano e Sônia Braga

Caetano Veloso
Caetano Veloso (Foto: Leonardo Attuch)

Da Mídia Ninja – O manifesto em defesa de eleições livres e do direito de Lula ser candidato à presidência esse ano ganha força e marca mais de 220 mil assinaturas, incluindo agora as ilustres adesões de Caetano Veloso e Sonia Braga.

O documento foi lançado semanas antes do julgamento de Lula no TRF4-4 e segue coletando assinaturas. Dentre as mais renomadas, as dos artistas brasileiros Chico Buarque, Wagner Moura, Marieta Severo e Gregório Duvivier. Os diretores de cinema Tata Amaral (“Trago Comigo”), Kleber Mendonça (“Aquarius” e “Som ao Rede”), Sérgio Machado (“Abril Despedaçado” e “Cidade Baixa” e Sílvio Tendler (“Jango” e “Os anos JK”).

Na América Latina também teve adesão de de quatro ex-presidentes de países sul-americanos, Cristina Kirchner, José Mujica, Rafael Correa e Ernesto Samper.

O cineasta norte-americano Oliver Stone, nascido em Nova York e ganhador de três estatuetas do Oscar (com “Platoon”, “Nascido em quatro de julho” e “O Expresso da Meia-Noite”), foi outro nome que aderiu ao manifesto, se somando ao cineasta grego naturalizado francês Costa-Gavras, de ‘Z’ e ‘Desaparecido’.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247