Cantor e compositor Pery Ribeiro morre aos 74 anos

Primeiro a gravar o clssico Garota de Ipanema, em 1963, e conhecido por dar voz a canes da bossa nova, Pery estava internado h 30 dias tratando uma endocardite

Cantor e compositor Pery Ribeiro morre aos 74 anos
Cantor e compositor Pery Ribeiro morre aos 74 anos (Foto: Divulgação)

247 – O cantor e compositor Pery Ribeiro morreu nesta sexta-feira, 24, no Hospital Universitário Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro, aos 74 anos. O músico sofreu um infarto agudo do miocárdio. Segundo informações da esposa de Pery, a empresária Ana Duarte, o cantor estava internado havia 30 dias tratando uma endocardite. O quadro apresentava melhora e os médicos chegaram a programar a saída de Pery para o final de semana. “Hoje (sexta-feira) pela manhã fomos surpreendidos com esse infarto fulminante”, lamentou Ana, casada há 20 anos com o artista. O velório será na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O local do enterro ainda não foi definido pela família. O cantor deixa dois filhos: Paula, do seu primeiro casamento, e o produtor de comerciais, Bernardo Martins.

Filho dos cantores Dalva de Oliveira e Herivelto Martins, astros da época de ouro do rádio, Pery lançou seus primeiros trabalhos musicais na década de 1960, quando se tornou conhecido por dar voz a canções da bossa nova. O cantor foi o primeiro a gravar o clássico “Garota de Ipanema”, em 1963. No ano seguinte, Dalva de Oliveira gravou uma composição de Pery, “Não Devo Insistir", para impulsionar a carreira musical do filho. A partir da década de 1970, se dedicou a trabalhos voltados para o jazz, em parceria de Leny Andrade, viajando por México e Estados Unidos, onde escreveu canções com Sérgio Mendes. O artista ganhou cerca de 60 prêmios, incluindo o Troféu Imprensa. Além da carreira musical, foi apresentador de programas de televisão e participou de filmes brasileiros.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247