Chico Buarque convoca população para a campanha Despejo Zero

O cantor e compositor convocou a população para aderir à campanha Despejo Zero, que proíbe despejos durante a pandemia. Segundo Chico Buarque, é um “contrassenso” fazer remoções em plena época de aceleração de casos e mortes causadas pela Covid-19

Cantor Chico Buarque
Cantor Chico Buarque
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O cantor e compositor Chico Buarque convocou a população para aderir à campanha pela aprovação do PL 827/2020, que trata da suspensão de despejos e remoções durante a pandemia. O projeto é de autoria dos deputados André Janones (Avante-MG), Natália Bonavides (PT-RN) e Professora Rosa Neide (PT-MT). O Senado pautará a proposta esta semana e já está em vigor a campanha Despejo Zero.

“Remoções e despejos em tempos normais já são uma violência e, neste momento, é um contrassenso, quando todas as recomendações são no sentido de isolamento social. Botar as pessoas mais vulneráveis, em um momento mais precário de vida na rua não é admissível”, disse o artista.

Governos e proprietários querem desabrigar famílias em plena pandemia da Covid-19, com a terceira onda do coronavírus anunciada pela Fiocruz. São sem teto, sem-terra, trabalhadores, desempregados e locatários que podem ser removidos de suas moradias, muitas vezes com força policial. 

PUBLICIDADE

De acordo com o projeto, as medidas como ordens de despejo ou liminares proferidas antes do período de calamidade pública decretado no ano passado não poderão ser efetivadas até 31 de dezembro de 2021.

Nem mesmo medidas preparatórias ou negociações poderão ser realizadas. Somente após o fim desse prazo é que o Judiciário deverá realizar audiência de mediação entre as partes, com a participação do Ministério Público e da Defensoria Pública, nos processos de despejo, remoção forçada e reintegração de posse.

PUBLICIDADE

*Com informações da Agência Câmara

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email