Chico Buarque processa bolsonaristas para desmontar fábrica de fake news

O cantor Chico Buarque recorreu ao Judiciário contra o deputado bolsonarista Bibo Nunes (PSL-RJ) que afirmou ter o artista recebido incentivos por meio da Lei Rouanet, durante o governo Lula. Nunes é o quinto bolsonarista processado pelo mesmo motivo

Chico Buarque e Bibo Nunes
Chico Buarque e Bibo Nunes (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado | Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cantor Chico Buarque foi ao Judiciário com um processo contra o deputado bolsonarista Bibo Nunes (PSL-RJ) após o parlamentar dizer que o artista recebeu dinheiro público durante o governo do ex-presidente Lula. O compositor não é contra a Lei Rouanet, mas nunca usou incentivo em seus projetos. Nunes é o quinto bolsonarista processado pelo mesmo motivo

"Chico não quer ganhar dinheiro. Ele quer contribuir com o fim da indústria das notícias falsas", afirmou o advogado do artista, João Tancredo. O relato foi publicado na coluna de Ancelmo Gois.

A cultura representa menos de 2 % do total abatido pelo governo em incentivos fiscais. 

Vale ressaltar que o Supremo Tribunal Federal investiga ao menos oito deputados bolsonaristas (seis federais e dois estaduais) no inquérito sobre a produção e divulgação de fake news. 

O deputado do PSL-RS não é investigado, porém as investigações da Corte têm como um dos principais alvos o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Bolsonarismo está na mira da Justiça.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247