Chico César: “o melhor Brasil seria um Brasil sem Bolsonaro”

“Não sei se conseguiremos, mas ele tem criado todas as condições para sair. Ele não tem competência, caráter e instrumental intelectual para conduzir o país”, disse o cantor e compositor Chico César à TV 247. Assista

Chico César e Jair Bolsonaro
Chico César e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação | ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - “O melhor Brasil que poderíamos desejar e sonhar seria o Brasil sem Bolsonaro”. A reflexão foi feita pelo cantor, compositor e poeta Chico César, em entrevista à jornalista Regina Zappa, apresentadora do programa Estação Sabiá, na TV 247, ao ser questionado sobre que Brasil ele acha que vai emergir depois do coronavírus.

“Não sei se conseguiremos, mas ele tem criado todas as condições para sair. Ele não tem competência, caráter e instrumental intelectual para conduzir o país. Isso está ficando muito claro, inclusive para setores que o apoiaram. Desejo que surja um Brasil mais solidário”, prosseguiu.

Chico falou do seu confinamento, que está seguindo à risca, das vídeo-aulas de violão que dá no Instagram, do seu mais recente disco “Amor é um ato revolucionário” e das mais de 30 músicas que fez para uma peça inspirada em Clarice Lispector de “A hora da estrela”.

“É um tempo novo para todos. Perder a mobilidade nos faz repensar nossa própria ideia de movimento e o movimento passa a acontecer internamente. Tenho ficado em casa, sozinho, cuidando da limpeza, fazendo minha comida. Minha motivação agora é menos o texto e mais o contexto, é a vida de todos nós sendo transformada”.

Chico disse que chorou ao ouvir Angela Merkel, a chanceler alemã de quem nem é fã, falar de união entre os alemães. Percebeu que chorou porque teve um sentimento de desamparo por conta da falta de uma liderança confiável no nosso país.

Ao final da conversa, o artista desejou: “Boa sorte para a humanidade. Que possamos sair disso mais iluminados”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email