Criolo celebra grande fase no Coala Festival

Apresentação recheada de hits e com discursos enaltecendo o amor fez a alegria dos fãs no evento que aconteceu no sábado 16 em São Paulo

Apresentação recheada de hits e com discursos enaltecendo o amor fez a alegria dos fãs no evento que aconteceu no sábado 16 em São Paulo
Apresentação recheada de hits e com discursos enaltecendo o amor fez a alegria dos fãs no evento que aconteceu no sábado 16 em São Paulo (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bruno Oliveira, para o Brasil 247

Fotos: Gisele Federicce

O rapper Criolo foi o grande nome da primeira edição do Coala Festival, evento que reuniu mais de seis mil pessoas no Memorial da América Latina, em São Paulo, no sábado 16. Apesar de a proposta do festival ter sido apresentar, em sua maioria, nomes que ainda não circulam pelo 'mainstream', foi o conhecido artista quem mais empolgou o público.

Criolo subiu ao palco com 10 minutos de atraso e deu início ao show com "Duas de Cinco". Em seguida, "subiruosdoistiozin", "Freguês da Meia-noite" e "Não existe amor em SP" não deixaram a plateia parada.

Mesmo com apenas um disco lançado, o aclamado "Nó na Orelha", de 2011, e algumas músicas disponibilizadas na internet de forma "solta", o músico já ocupa lugar de relevância na nova música feita no Brasil.

Como se não bastasse a força de seu repertório, a ponto de ele ter deixado de fora do show "Mariô", uma das preferidas dos fãs, Criolo chama atenção pela presença de palco e principalmente pelas pregações, como quando abriu uma bandeira de Bob Marley e falou por um bom tempo sobre a importância do amor.

Algo a se lamentar na banda que o acompanha é a saída dos metais. Ótimas músicas como "Grajauex" e "Bogotá" perdem um pouco do brilho sem a presença do trio trompete, trombone e saxofone.

O show terminou com a cantora Tulipa Ruiz ao lado do músico cantando "Vasilhame" e o público indo embora com a sensação de ter visto um artista em plena forma vivendo o auge de sua carreira.

O festival

A escolha do Memorial da América Latina para abrigar o Coala Festival se mostrou acertada. A proximidade com o metrô fez com que grande parte do público escolhesse o transporte coletivo para ir e voltar do evento. Além de Criolo, Tom Zé, 5 a seco, O Terno e Trupe Chá de Boldo foram alguns dos artistas que se apresentaram.



 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email