‘Democracia do Brasil é sabotada pelo racismo’, diz Emicida no Roda Viva

Rapper destacou que pessoas não brancas “são o perfil de suspeito, não o perfil de cidadão”, vivendo estigmatizadas e desprotegidas

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O rapper e produtor musical Emicida afirmou no “Roda Viva” desta segunda-feira (27) que não existe democracia onde há racismo. Em participação no programa da TV Cultura, ele destacou que a sociedade brasileira precisa entender e reconhecer que a democracia no país “é sabotada pelo racismo todos os dias”.

“É muito importante que a gente entenda como a nossa legislação, como o nosso Judiciário, como o nosso sistema social, o nosso convívio em sociedade, percebe as pessoas não brancas. Essas pessoas são consideradas pessoas que estão protegidas na democracia?”, disse Emicida.

“Essas pessoas são o perfil de suspeito, não o perfil de cidadão. Enquanto essas pessoas pisarem na rua sendo já estigmatizadas com o perfil de suspeito, elas não podem ansiar ser protegida por este modelo de democracia. A gente precisa fazer com que a democracia do Brasil reconheça que ela é sabotada pelo racismo todos os dias”, completou.

Assista ao programa na íntegra:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247