Desabrigados da Telerj se juntam a Cristo na Paixão

Chargista Carlos Latuff, em sua mais recente produção, retrata a situação dos desalojados da Telerj/Oi, do Rio de Janeiro, ao compará-la com a Via Crucis, a peregrinação do sofrimento de Jesus Cristo até cruz, o ponto alto da Semana Santa para os cristãos; imagem relembra ato do dia dia 11 de abril, quando a Polícia Militar iniciou a operação de reintegração de posse do terreno pertencente à companhia telefônica Oi, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro; desocupação foi marcada por violência

Chargista Carlos Latuff, em sua mais recente produção, retrata a situação dos desalojados da Telerj/Oi, do Rio de Janeiro, ao compará-la com a Via Crucis, a peregrinação do sofrimento de Jesus Cristo até cruz, o ponto alto da Semana Santa para os cristãos; imagem relembra ato do dia dia 11 de abril, quando a Polícia Militar iniciou a operação de reintegração de posse do terreno pertencente à companhia telefônica Oi, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro; desocupação foi marcada por violência
Chargista Carlos Latuff, em sua mais recente produção, retrata a situação dos desalojados da Telerj/Oi, do Rio de Janeiro, ao compará-la com a Via Crucis, a peregrinação do sofrimento de Jesus Cristo até cruz, o ponto alto da Semana Santa para os cristãos; imagem relembra ato do dia dia 11 de abril, quando a Polícia Militar iniciou a operação de reintegração de posse do terreno pertencente à companhia telefônica Oi, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro; desocupação foi marcada por violência (Foto: Valter Lima)

247 - O chargista Carlos Latuff, em sua mais recente produção, retrata a situação dos desalojados da Telerj/Oi, do Rio de Janeiro, ao compará-la com a Via Crucis, a peregrinação do sofrimento de Jesus Cristo até cruz, o ponto alto da Semana Santa para os cristãos. 

No dia 11 de abril, a Polícia Militar iniciou a operação de reintegração de posse do terreno pertencente à companhia telefônica Oi, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro. Manifestantes se dividiram em grupos e organizaram atos em algumas regiões. A avenida Leopoldo Bulhões, próximo a Benfica, foi interditada após um ônibus ser incendiado. Um grupo tentou fazer um arrastão próximo à estação de Triagem do metrô e ameaçou invadir o HCE (Hospital Central do Exército), em Benfica. Desocupação foi marcada por violência.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247