"Elite brasileira é colonizada e morre de medo do pobre", diz Hildegard Angel

"É uma elite totalmente colonizada, culturalmente e intelectualmente, em todos os aspectos. Ela não gosta do Brasil. Ela acha o brasileiro feio, mas ela se acha linda", diz a jornalista

Hildegard Angel
Hildegard Angel (Foto: Ederson Casartelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A jornalista Hildegard Angel, uma das principais colunistas do Brasil, traçou um duro retrato da elite brasileira em entrevista ao Tutaméia, de Eleonora e Rodolfo Lucena. “O básico é o medo. É a manipulação do medo. O medo da elite é perder o que tem, seja muito seja pouco seja mais ou menos. Ter suas casas invadidas, ter que pagar impostos sobre o seu pequeno apartamentinho. Essa pequena elite que não é elite quer ter roupas importadas, não quer prestigiar a indústria brasileira. É uma elite totalmente colonizada, culturalmente e intelectualmente, em todos os aspectos. Ela não gosta do Brasil. Ela acha o brasileiro feio, mas ela se acha linda. Essa elite tem medo de descer do seu status, tem medo de perder o que possui e medo do pobre. Essa elite morre de medo do pobre. De medo da violência do pobre. O pobre é o inimigo, é um inimigo potencial. É um inimigo permanente. Essa elite queria queimar todas as favelas, todas as comunidades, fazer uma limpeza, uma eugenia geral. Essa é a elite brasileira”.Leia a íntegra no Tutaméia e assista:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247