Em show na Argentina que Caetano Veloso pediu Lula Livre, público protesta contra prefeito aliado de Macri (vídeo)

Público do show de Caetano Veloso, embalado pelo pedido de "Lula Livre" que ocorreu no bis, deixa a sala do Teatro Gran Rex cantando música que viralizou em Buenos Aires após a derrota do presidente Mauricio Macri nas eleições primárias da Argentina

Caetano Veloso em Buenos Aires e público deixando o Teatro Gran Rex cantando "Si vos querés"
Caetano Veloso em Buenos Aires e público deixando o Teatro Gran Rex cantando "Si vos querés" (Foto: Reprodução Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na noite desta quinta-feira (19), em Buenos Aires, durante o show que Caetano Veloso fazia no Teatro Gran Rex, o filho do compositor baiano, Moreno, voltou ao palco para o bis e pediu "Lula Livre".

Foi o estopim para incendiar boa parte da plateia, que ao deixar a sala de espetáculo cantou um pedaço do refrão da música "Si vos querés", que dizia: "Si vos querés Larreta también", menção a Horacio Rodríguez Larreta, prefeito de Buenos Aires.

O refrão completo diz "Macri ya fue / Vidal ya fue / Si vos querés / Larreta también" e viralizou na Argentina após um flashmob organizado pelas redes sociais que ocorreu em Buenos Aires em 30 de agosto, depois que a oposição venceu as primárias argentinas.

A música diz que Mauricio Macri e María Eugenia Vidal, respectivamente, presidente argentino e governadora da província de Buenos Aires, já eram, e que agora é a vez do eleitor, caso queira, despachar o prefeito Larreta também.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247