Ex-editor de Caros Amigos é o homem branco por trás da “queima” de livros na Fundação Palmares´

Entre as obras que estão sendo descartadas por Marco Frenette, que foi por alguns anos editor da revista Caros Amigos, está o clássico Dicionário do Folclore Brasileiro de Câmara Cascudo

(Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Marco Frenette é o personagem por trás da “queima” de livros da Fundação Palmares. Tanto ele como seu chefe e amigo de infância Sérgio Camargo alegam que os livros não serão queimados. Que serão simplesmente retirados do acervo e doados para quem os desejar. Como se a ação não tivesse o mesmo significado.

Entre os livros que estão na mira de Frenette se encontram obras como Dicionário do Folclore Brasileiro, de Câmara Cascudo, porque segundo o relatório o livro está “gramatical e ortograficamente desatualizado e com folhas soltas exibindo um forte cheiro de mofo”.

Frenette também está descartando obras de Machado de Assis, pelo mesmo “problema”. O livro não respeita as normas ortográficas atuais que foram implementadas em 2009. Ou seja, pela lógica de Frenette todo livro antes do novo acordo é lixo. Veja o que ele diz no relatório da Fundação Palmares sobre uma edição de 1938 do livro Papéis Avulsos de Machado de Assis.

PUBLICIDADE

“Hoje, quem desejar ler na Palmares, por exemplo, “Papéis Avulsos”, de Machado de Assis, encontrará uma edição de 1938, a qual prestará um desserviço ao estudante brasileiro, pois ele aprenderá a escrever “chronica” em vez de crônica; “Hespanha” em vez de “Espanha”; e “annos” em vez de “anos”.”

Entre outras obras, Frenette também está propondo o descarte de títulos de Foucault, “por conta de seu conteúdo erótico e incentivador de homossexualidade e pedofilia”. E de “Porcos com Asas”, um clássico de Marco Radice, por ser um “livro de pornografia juvenil, com incentivos à masturbação, ao sexo livre e à erotização”.

PUBLICIDADE

Lei na íntegra na Revista Fórum.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e assista:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email