Fernanda Torres diz ter saudade do tempo em que havia Brasil

Em artigo, a atriz Fernanda Torresaponta o acelerado desmonte promovido no país e indaga: "Ser liberal e de direita é isso?"; Fernanda diz que a atual situação do país a leva a ter "aquela saudade imensa do tempo em que o Brasil ainda existia"

Fernanda Torres desnuda o caráter grotesco do bolsonarismo
Fernanda Torres desnuda o caráter grotesco do bolsonarismo

247 - "É esse o espetáculo do crescimento que o mercado tanto ansiava? Ser liberal de direita é isso? Quem votou nesses malucos repetirá a dose em 2022? Pode parar o bonde, que eu quero descer", escreve a atriz Fernanda Torres, em artigo publicado neste domingo (14), na Folha de S. Paulo, apontando o acelerado desmonte promovido no país e diz: "E vem aquela saudade imensa do tempo em que o Brasil ainda existia".

"Envelhecer é estranhar o mundo, é se irritar e lamentar. Deve ser um artífice da natureza, um jeito de você não desejar estar mais vivo, não aqui, não agora, nesta festa estranha com gente esquisita", enfatizou.

A atriz também abordou as políticas do presidente Jair Bolsonaro. Segundo ela, "esse governo que não só faz vista grossa para o horror, mas também se empenha para acabar com o fundo de proteção à Amazônia, enquanto enaltece o trabalho infantil.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247