Festival de Cinema de Berlim tem Lula Livre

Além dos discursos políticos no lançamento do filme "Marighella", dirigido por Wagner Moura, e dos protestos e homenagens pela morte da vereadora Marielle Franco, o Festival de Cinema de Berlim teve gritos pela liberdade de Lula; assista

Festival de Cinema de Berlim tem Lula Livre
Festival de Cinema de Berlim tem Lula Livre (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Além dos discursos políticos no lançamento do filme "Marighella", e dos protestos e homenagens pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), o Festival de Cinema de Berlim também teve gritos em defesa da liberdade de Lula.

Na coletiva de imprensa do lançamento do filme, o diretor Wagner Moura lembrou que, há 50 anos, o guerrilheiro Marighella, negro, foi morto pelas forças do Estado e o mesmo provavelmente aconteceu também agora com Marielle, mulher negra e defensa dos direitos humanos, também de esquerda (assista aqui).

Ele também falou sobre o momento político no Brasil e disse que "o filme é maior do que Bolsonaro", mas que sabe que enfrentarão "muita merda" ao lançá-lo no país. Moura homenageou a vereadora assassinada em março de 2018 levando uma placa com seu nome ao tapete vermelho. O filme recebeu muitos aplausos em sua estreia.

Outra boa notícia relacionada ao Brasil e ao Festival de Berlim, neste fim de semana, foi a premiação da diretora brasileira Eliza Capai, que fez um filme sobre as ocupações de estudantes secundaristas em escolas de São Paulo, "Espero Tua (Re)Volta". Ela fez um discurso crítico contra Bolsonaro e também citou Lula. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247