Festival de Documentários Chineses é aberto em Pequim

O festival é organizado em conjunto pelo Grupo de Mídia da China (CMG) e o Ministério da Cultura e Turismo do país

www.brasil247.com -
(Foto: Mídia chinesa)


Rádio Internacional da China - A exibição global do primeiro “Festival de Documentários Chineses” foi lançada nesta terça-feira (21) em Pequim. Organizado em conjunto pelo Grupo de Mídia da China (CMG) e o Ministério da Cultura e Turismo do país, o festival conta com mais de 50 documentários produzidos pela CGTN (China Global Television Network) em cinco idiomas, inglês, espanhol, francês, árabe e russo. As obras serão exibidas em centenas de veículos de comunicação e plataformas de todo o mundo até o final de 2022.

Mais de cem líderes de mídia globais, representantes do público, ex-políticos, representantes de instituições, celebridades do setor cultural e chefes de centros culturais chineses no exterior se reuniram por videoconferência na cerimônia de abertura.

Em seu discurso, o vice-ministro do Departamento de Comunicação do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e ministro da Cultura e Turismo, Hu Heping, afirmou que a exibição global do “Festival de Documentários Chineses” pretende aumentar o entendimento mútuo, reforçar os laços interpessoais e aprofundar a amizade através das imagens. “O mundo de hoje está cheio de incertezas e desafios, e as trocas e o aprendizado mútuo entre as civilizações têm se tornado cada vez mais uma força motriz importante para o progresso da civilização humana e o desenvolvimento pacífico do mundo”, afirmou o ministro chinês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por sua vez, o vice-ministro do Departamento de Comunicação do Comitê Central do PCCh e presidente do CMG, Shen Haixiong, salientou que mais de 50 documentários sobre a China mostram ao público global a história de busca e concretização do sonho dos chineses comuns, e através do cotidiano de 1,4 bilhão de chineses, transmitem o entusiasmo da China para o mundo. “Esperamos que as imagens sirvam como uma ponte de comunicação entre os povos, para intercâmbios culturais e cooperação pragmática”, sublinhou Shen Haixiong.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele afirmou que o mundo ainda não está em paz. Como uma mídia internacional, o CMG continuará a assumir a missão da era como uma mídia responsável, esforçando-se para diminuir o mal-entendido, melhorar a compreensão e fornecer obras de alta qualidade para o público de diferentes regiões, países e grupos. “Pretendemos mostrar a amplitude e profundidade da civilização chinesa e da civilização mundial, promovendo assim a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade”, concluiu o presidente do CMG.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Centenas de convidados provenientes de mais de 60 países e regiões, como a Bélgica, os Emirados Árabes Unidos, Israel, a Nova Zelândia, o México, o Chile, a Argentina e a Tanzânia, enviaram seus vídeos para felicitar a realização do festival.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email