Filme pornô de Marilyn vai a leilão: US$ 500 mil

Com seis minutos de durao, curta-metragem protagonizado pela estrela americana os 21 anos poder alcanar US$ 1 milho

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais – No ano em que Marilyn Monroe (1926 - 1962) faria 85 anos e bem perto dos 50 anos de sua morte, trabalhos inéditos vêm deixando o baú da estrela e ganhando publicidade. Entre as obras mais bem escondidas da jovem Marilyn, ainda com seu nome de batismo, Norma Jean Baker, está o controverso curta-metragem pornográfico que a atriz teria feito no início de sua carreira. O filme foi renegado pela estrela durante a sua vida e só voltou ao noticiário quando em sua autobiografia Marilyn menciona como foi trabalhar na indústria pornô e relata a sua curta experiência naquele meio cinematográfico em que atuou antes de ser alçada ao estrelato em Hollywood.

O filme protagonizado por Marilyn será leiloado por US$ 500 mil no dia 7 de agosto, na Feira Internacional de colecionadores cinéfilos em Buenos Aires, anunciou o responsável da Mikel Barsa. "Conhecendo os fanáticos por Marilyn, a obra pode chegar ao dobro do valor inicial", disse o espanhol. Trata-se de um curto filme pornô em preto e branco, com uma duração de seis minutos, que data de 1946. Nas imagens, a atriz aparece com 21 anos ao lado de um desconhecido. O filme pertencia a um colecionador espanhol. Após sua morte, seus herdeiros decidiram confiar sua venda a Mikel Barsa, que já tinha vendido a outra única cópia no mundo desse curta-metragem. Já existem ofertas da Noruega e do Japão, de acordo com Barsa. Outro filme de 16mm, mudo e com uma duração de 15 minutos, mostrando Marilyn fazendo sexo oral, foi vendido por US$ 1,5 milhão para um empresário em 2008. O vestido branco lendário da atriz recebeu US$ 4,6 milhões em junho, em Beverly Hills, nos EUA.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email