Fliporto debate América Latina e Oriente Médio

As grandes questes que envolvemos continentesso o alvo das discusses programadas para amanh (14) na Feira Literria Internacional de Pernambuco

Fliporto debate América Latina e Oriente Médio
Fliporto debate América Latina e Oriente Médio (Foto: Tom Cabral/Santo Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Julliana Araújo_247 - A Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto) embarca nesta segunda-feira (14) na conjuntura social e econômica da América Latina e do mundo árabe. A programação conta também com temas como a influência da linguagem cinematográfica e da televisão na literatura, além de mostras cinematográficas de filmes pernambucanos e obras relacionadas ao Oriente. Para a criançada, o dia será repleto de brincadeiras, oficinas e contações de história. Entre os destaques da programação está o encontro entre os jornalistas Fernando Morais, Leandro Narloch e Samarone Lima, com mediação de Vandeck Santiago, que terá como tema “América Latina: para além do bem e do mal”. O debate terá inicio às 10h30.

Após 25 anos de lançar A Ilha, um livro-reportagem sobre o de Cuba, Fernando Morais novamente volta os olhos para o país e publica "Os últimos soldados da Guerra Fria". No mesmo período, Leandro Narloch lança em co-autoria com Duda Teixeira, o Guia politicamente incorreto da América Latina, em que desanca certos heroísmos associados a personagens como Salvador Allende, Che Guevara e Fidel Castro. A dupla debaterá os rumos e aspectos da Americana Latina com o jornalista Samarone Lima, autor do livro-reportagem "Viagem ao Crepúsculo", que conta o cotidiano do povo cubano logo após o aniversário dos 50 anos da revolução.

A partir das 14h30, será a vez dos cineastas Nelson Pereira dos Santos, Guel Arraes, Tizuka Yamasaki e a escritora Zeneida Lima, com mediação de Alexandre Figueiroa debater o tema : “Como o cinema e a TV reescrevem a literatura”. Nelson Pereira, hoje membro da Academia Brasileira de Letras, tem sua obra cinematográfica ligada à literatura. Vidas Secas e Jubiabá são alguns dos seus trabalhos de destaque. Guel Arraes trará para o publico sua já conhecida renovação na linguagem da TV e do cinema. Ao lado deles, estará a cineasta Tizuka Yamasaki, com a adaptação do livro da escritora amazonense, Zeneida Lima, que conversa com esses cineastas, ao vivo, sobre o universo mágico das letras e das imagens.

Em seguida, o debate será com o jornalista Geneton Morais e o escritor Abdel Bari Atwan :“A Primavera Árabe: o que está certo, o que está errado e no que isso vai dar”. Atwan tem novo livro a caminho: Al-Qaeda – a nova geração. O escritor conseguiu a façanha de entrevistar Osama Bin Laden, em 1996, no Afeganistão. O autor contará sua experiência e fará projeções ao lado de Geneton Morais, sobre o futuro da organização terrorista Al-Qaeda, depois da morte do seu maior líder.

O último encontro da segunda-feira (14) será comandado pela poetisa, tradutora e jornalista libanesa Joumana Haddad, que estreou no Brasil com o livro "Eu matei Sherazade”. A conversa será a partir das 19h. O livro é um manifesto a favor da liberdade. Autodefinida como ‘cidadã do mundo’ e crítica ferrenha das religiões, Joumana vira pelo avesso os estereótipos e preconceitos, e mostrará, numa conversa franca, que a nova mulher árabe é essa, sem medo de ser feliz e sem véus.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email