Kleber Mendonça: país vive desmoronamento da cultura

Após terem chorado no fim da sessão de "Bacurau" durante o Festival de Cannes, nesta quarta (15), os diretores Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles afirmaram que a emoção foi provocada por exibirem o longa enquanto as artes no Brasil sofrem um "desmoronamento"

Kleber Mendonça: país vive desmoronamento da cultura
Kleber Mendonça: país vive desmoronamento da cultura (Foto: Reuters)

247 - Após terem chorado no fim da sessão de "Bacurau" durante o Festival de Cannes, nesta quarta (15), os diretores Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles afirmaram que a emoção foi provocada por exibirem o longa enquanto as artes no Brasil sofrem um "desmoronamento". A reportagem é do jornal Folha de S.Paulo. 

"Foi incrível mostrar esse filme num momento em que estão tentando esconder a cultura", afirmou Kleber em conversa com os jornalistas no dia seguinte à estreia.

Ele ainda mencionou os protestos em várias cidades brasileiras contra o congelamento de gastos na educação, que aconteceram de forma concomitante à projeção do longa em Cannes. "Apoiamos de forma integral", disse. "É importante numa democracia expressar a infelicidade."

"Não podemos perder de vista o que educação significa. É o que significa resistência dentro de um sistema estranho no qual não se acredita."

Ao seu lado, Dornelles completou. "Tanto nós aqui em Cannes quanto eles lá no Brasil estamos fazendo a nossa parte para que não destruam o que foi conquistado."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247