Latuff resume a violência policial no Brasil

"O tiro nas manifestações que ocorrem na zona sul e no Centro é de borracha. Aqui na favela, não", disse Patricia Vianna, representante da ONG Redes da Maré, nesta terça-feira, ao comentar a morte de nove pessoas em confrontos com o Bope no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, que criou uma atmosfera de tensão na comunidade

www.brasil247.com - Latuff resume a violência policial no Brasil
Latuff resume a violência policial no Brasil


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

247 - "O tiro nas manifestações que ocorrem na zona sul e no Centro é de borracha. Aqui na favela, não", disse Patricia Vianna, representante da ONG Redes da Maré, nesta terça-feira ao Portal Terra. Ela falava sobre a morte de nove pessoas em confrontos com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, que criou uma atmosfera de tensão na comunidade nesta terça. A Polícia Militar ainda estava no local enquanto a Divisão de Homicídios da Polícia Civil realizava perícias. Uma pequena manifestação fechou a rua Teixeira Ribeiro, onde fica a ONG Observatório de Favelas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Patrícia denunciou que não foram ouvidos tiros na comunidade durante a manhã desta terça-feira, mas mesmo assim foram encontradas seis pessoas mortas. "Com a chegada da imprensa, as armas mudaram. Agora eles (a polícia) não estão mais fazendo barulho e estão usando facas", disse. Cem homens do Bope, agentes do Batalhão de Choque, do Batalhão de Ação com Cães e do 22º Batalhão de Polícia Militar estão na favela Nova Holanda desde a manhã desta terça-feira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email