CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Cultura

Letícia Sabatella denuncia Twitter falso atribuído a ela

Mensagem publicada em um perfil falso no Twitter atribui à atriz a frase "bandido bom é bandido morto", em comentário à decisão do STF que tornou réu o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por incitação ao estupro; "Twitter falso. Por favor, denunciem", rebateu Letícia; "Não compactuo com seu discurso intolerante e agressivo. Sei que a crítica a uma frase dita por ele é coerente, de certo modo, mas não partiria de mim, neste momento"

Imagem Thumbnail
Mensagem publicada em um perfil falso no Twitter atribui à atriz a frase "bandido bom é bandido morto", em comentário à decisão do STF que tornou réu o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por incitação ao estupro; "Twitter falso. Por favor, denunciem", rebateu Letícia; "Não compactuo com seu discurso intolerante e agressivo. Sei que a crítica a uma frase dita por ele é coerente, de certo modo, mas não partiria de mim, neste momento" (Foto: Gisele Federicce)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A atriz Letícia Sabatella denunciou em sua página no Facebook a publicação de uma crítica ao deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) falsamente atribuída a ela no Twitter.

A mensagem diz "bandido bom é bandido morto", em comentário à decisão do Supremo Tribunal Federal que tornou réu, nessa semana, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por incitação ao estupro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Twitter falso. Por favor, denunciem", rebateu Letícia. "Não compactuo com seu discurso intolerante e agressivo. Sei que a crítica a uma frase dita por ele é coerente, de certo modo, mas não partiria de mim, neste momento".

Leia a íntegra da mensagem:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Twitter falso. Por favor, denunciem. Estou começando um verdadeiro, pra evitar este tipo de engano. Sou contrária aos posicionamentos do Bolsonaro. Não compactuo com seu discurso intolerante e agressivo. Sei que a crítica à uma frase dita por ele é coerente, de certo modo, mas não partiria de mim, neste momento. Não pretendo criar polêmica em cima de algo tão grave. Acho justificável que ele seja punido por seu discurso que incita o estupro, a intolerância e a violência.
Preciso deixar claro que não compactuo com o Bolsonaro mas que não quero instigar reações irracionais , usando munição igual a que ele usaria. Quero que as pessoas enxerguem o teor desumano de suas colocações inconsequentes, que agridem e ferem tantas pessoas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO