Letícia Sabatella sugere a Juliana Paes que seja cautelosa ao falar sobre a esquerda e os movimentos sociais

A atriz Letícia Sabatella publicou nas redes sociais mensagem dirigida à sua colega Juliana Paes pedindo que ela seja mais cautelosa ao se referir aos propósitos dos movimentos sociais

(Foto: Reprodução/Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Letícia Sabatella publicou uma resposta às declarações de Juliana Paes, que tentou se explicar por ter criticado a conduta de senadores durante depoimento da médica bolsonarista Nise Yamaguchi, integrante do ministério paralelo, na CPI da Covid.

Em vídeo publicado no Instagram, Juliana Paes disse que não apoia "as ideias arrogantes da extrema-direita" e os "delírios comunistas da extrema esquerda”.  “Eu quero respeito e acolhimento a todas as causas minoritárias, mas eu quero que isso aconteça independente de ideologia”, afirmou.  “Quero um governo liberal que respeite as liberdades individuais. Quero uma máquina pública enxuta. Eu quero o fim do fundo partidário eleitoral”, disse. 

Sabatella respondeu: “Um dia, a gente pode conversar com calma, te mostraria que, através de muitas fake news disseminadas para acreditarmos que o Brasil corre o risco de virar uma ditadura comunista, partem de quem está querendo implantar uma ditadura ao molde do que já houve em nosso país. Em meu caminho, sempre cuidei de conhecer de perto os movimentos sociais tão criminalizados. Só este cuidado, te peço na sua linda fala, minha querida”, escreveu na publicação.

A mensagem de Sabatella foi elogiada nas redes spciais. “A resposta de Letícia Sabatella ao post de Juliana Paes no Instagram foi bonita, amiga e construtiva. Acho que é mesmo por aí. Chegar junto, chegar perto, e apontar razões e caminhos, que pessoas com sensibilidade e poucas informações ainda não tiveram oportunidade de enxergar”, comentou a jornalista Hildegard Angel.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email