Maestro John Neschling perde ação trabalhista

Sua indenizao por ter sido demitido pela Osesp poderia chegar a R$ 4,3 milhes. Ainda possvel recorrer

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O maestro John Neschling perdeu a ação trabalhista que moveu contra a Fundação Orquestra Sinfônica de São Paulo, Osesp. Após decisão tomada em primeira instância em novembro de 2009 que lhe era favorável Neschling teve seu pedido negado pela Justiça em segunda instância, informou a Osesp nesta sexta-feira. Segundo nota divulgada pela fundação, a ação trabalhista movida por seu ex-diretor artístico "foi julgada improcedente". Ele poderia receber R$ 4,3 milhões como indenização. O maestro abriu um processo judicial depois de ter sido notificado por e-mail de sua demissão do cargo, em janeiro de 2009. Neschling estava no cargo desde março de 1997. Ainda cabe recurso.

Veja o comunicado da Osesp na íntegra:

"A Fundação Osesp vem a público informar que o processo que lhe move o Maestro John Neschling foi julgado improcedente em todos os seus termos pelo Tribunal Regional do Trabalho, não sendo acolhidas suas alegações e revertendo-se, assim, o entendimento anterior de primeira instância. Aguardamos a publicação dessa decisão favorável e reiteramos nossa conduta sempre pautada por valores éticos e estrita legalidade."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email