Martinho da Vila sobre presidente da Fundação Palmares: quem é você que não sabe o que diz?

Chamado pelo novo presidente da Fundação Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo, de "vagabundo" que "deveria ser mandado para o Congo", Martinho da Vila reagiu com indignação e Noel Rosa: "Quem é você que não sabe o que diz?"

Martinho da Vila e Sérgio Nascimento de Camargo
Martinho da Vila e Sérgio Nascimento de Camargo (Foto: Reprodução)

247 - Na extensa lista de personalidades negras atacadas pelo novo presidente da Fundação Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo, que tem, entre outros nomes, Lázaro Ramos, Taís Araújo, Marielle Franco, Angela Davis, Gilberto Gil, Leci Brandão, Mano Brown, Emicida e Camila Pitanga, o compositor e sambista Martinho da Vila foi chamado de "vagabundo" que deveria "ser mandado para o Congo".

Em entrevista para O Globo, nesta quinta-feira (28), o sambista de 81 anos disse que Sérgio Nascimento de Camargo "tem tão pouca cultura que nem sabe que existe mais de um Congo na África! Quer me mandar para o Congo? Qual deles? Todo mundo sabe que eu sou trabalhador. Vagabundinho vai lançar livro 'A matriarca Tersa de Jesus', sobre a minha mãe, pela eitora Malé, em maio", disse.

Martinho da Vila acha coerente a escolha de Sérgio Nascimento para o governo de Jair Bolsonaro, "que pensa exatamente igual a tudo que o escolhido disse por aí". Para Martinho, Sérgio Nascimento é um "ignorante" que "sequer sabe que a Fundação Palmares é uma conquista do movimento negro no governo Sarney (...). Se ele não fosse uma pessoa desprezível, cantaria para ele o samba do Noel: 'Quem é você que não sabe o que diz/ Meu Deus do céu que palpite infeliz'".

Em relação ao racismo de negro contra negro, o sambista da Vila Isabel foi enfático: "Tem bastante, e é triste. O racismo é uma doença, e esse rapaz está em estado terminal", disse.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247