Michelle Bolsonaro quer censurar a música Micheque, dos Detonautas

Primeira-dama se prepara para entrar com ação judicial contra a banda de rock Detonautas, pela música que satiriza os depósitos de R$ 89 mil em sua conta bancária, feitos pelo ex-assessor do clã Bolsonaro Fabrício Queiroz. Ela quer que a música seja retirada da internet

www.brasil247.com -
(Foto: Isac Nóbrega/PR | Reprodução)


247 - A primeira-dama Michelle Bolsonaro se prepara para processar a banda de rock Detonautas, por conta da música Micheque, que faz uma sátira aos depósitos de R$ 89 mil em sua conta bancária, feitos pelo ex-assessor do clã Bolsonaro Fabrício Queiroz.

Michelle Bolsonaro se diz vítima de injúria, calúnia e difamação e quer que a música seja imediatamente removida de todas as playtaformas e proibida de ser executada em qualquer lugar público ou privado. 

Assista ao vídeo da música:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja a letra de "Micheque", composta pelo vocalista Tico Santa Cruz:

Hey, Michelle, conta aqui para nós

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A grana que entrou na sua conta é do Queiroz?

Hey, capitão, como isso aconteceu?

Levante a mão pro alto e agradeça muito a Deus

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Zero um é o Willy Wonka

Zero dois é o Bananinha

Zero três, o Tonho da Lua que comanda a turminha.

Passa o dia conspirando, arrumando confusão

Mas é tudo gente boa, gente de bom coração

Hey, Michelle, conta aqui para nós

A grana que entrou na sua conta é do Queiroz?

Hey, capitão, como isso aconteceu?

Levante a mão pro alto e agradeça muito a Deus

Se liga rapá, quem tu tá pensando que enganou?

Agora vem cá e mostra tudo que você pregou

Porque eu, sei lá, quando a gente passa alguém pra trás

E fica impunemente sempre se arriscando mais!

O risco é maior e a ganância toma tudo então

E quanto mais tem mais se sente o dono da situação

Só que comigo não. Nunca me enganou

Então responde logo como essa grana aí entrou

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email