Milton pode liderar racha no direito autoral

Cantor e compositor Milton Nascimento assinou o manifesto Vivo de Música, que contraria a posição adotada por artistas como Roberto Carlos, Chico Buarque e Caetano Veloso em relação ao tema; a família Buarque de Holanda também rachou

Milton pode liderar racha no direito autoral
Milton pode liderar racha no direito autoral

247 - A classe artística se dividiu em relação ao tema dos direitos autorais. E um dos dissidentes é o cantor e compositor Milton Nascimento. Leia o que informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha:

CORAÇÃO DE MILTON
Na lista do G7, dos sete grandes artistas que integram a associação Procure Saber e que apoiariam com entusiasmo o projeto que muda a arrecadação de direitos autorais no país, Milton Nascimento está, na verdade, "ainda procurando saber". Segundo seu empresário, João Mário Linhares, o compositor não conhece o texto aprovado pelo Senado na semana passada. E por isso não tem posição sobre o assunto.

EU SEI
"Ele não está apoiando [o texto do Senado], não. E mandou dizer que está com a gente", antecipa o compositor Fernando Brant. Parceiro de Milton em várias canções, ele lidera os adversários da ideia, encampada, no lado oposto, por Roberto Carlos, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Erasmo Carlos e Djavan (os outros seis autores que formam o G7).

PESQUISA
Milton inclusive assinou o manifesto Vivo de Música, que agrega os adversários da proposta da Procure Saber. "Somos unha e carne. Ele não adotaria uma posição contrária sem nos avisar", diz Brant. Já o empresário de Milton diz que ele vai "procurar o Chico e o Caetano" para se informar. "Virou um rolo grande. E Milton não quer falar eu sou disso, eu sou daquilo' sem entender direito as coisas", afirma.

PAPEL PICADO
A família Buarque de Hollanda também está aparentemente rachada. Chico apoia a proposta aprovada pelo Senado. Já suas irmãs, Cristina Buarque, Miúcha e Ana de Hollanda, assinaram o manifesto Vivo de Música.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247