Morre ator britânico John Hurt aos 77 anos

Ator de mais de 60 anos de carreira, John Hurt morreu na noite desta sexta-feira (27) aos 77 anos de idade; ator britânico recebeu um prêmio de Globo de Ouro por sua atuação em "O expresso da meia noite" em 1978. Hurt também atuou no filme "V de Vingança", os filmes da série "Harry Potter", além de ser conhecido por seus papéis na televisão, incluindo em "Doctor Who"

Ator de mais de 60 anos de carreira, John Hurt morreu na noite desta sexta-feira (27) aos 77 anos de idade; ator britânico recebeu um prêmio de Globo de Ouro por sua atuação em "O expresso da meia noite" em 1978. Hurt também atuou no filme "V de Vingança", os filmes da série "Harry Potter", além de ser conhecido por seus papéis na televisão, incluindo em "Doctor Who"
Ator de mais de 60 anos de carreira, John Hurt morreu na noite desta sexta-feira (27) aos 77 anos de idade; ator britânico recebeu um prêmio de Globo de Ouro por sua atuação em "O expresso da meia noite" em 1978. Hurt também atuou no filme "V de Vingança", os filmes da série "Harry Potter", além de ser conhecido por seus papéis na televisão, incluindo em "Doctor Who" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - Ator de mais de 60 anos de carreira, John Hurt morreu na noite desta sexta-feira (27) aos 77 anos de idade. A informação foi divulgada pelo The Hollywood Reporter. Hurt ficou conhecido pelo seu trabalho nos filmes da série "Harry Potter" e em "O Homem Elefante".

O ator britânico recebeu um prêmio de Globo de Ouro por sua atuação em "O expresso da meia noite" em 1978. Hurt também atuou no filme "V de Vingança", os filmes da série "Harry Potter", além de ser conhecido por seus papéis na televisão, incluindo em "Doctor Who".

Hurt lutava contra um câncer de pâncreas desde 2015.

Em 2014, Hurt foi nomeado Cavaleiro do Império Britânico por seus serviços pelas artes dramáticas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247