Morre em Londres o pintor Lucian Freud aos 88 anos

O artista britnico de origem alem era neto de Sigmund Freud e conhecido por pintar corpos nus com influncias do surrealismo e do expressionismo; a modelo Kate Moss (foto) foi retratada por ele

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com agências internacionais – Morreu em Londres nesta sexta-feira 22 o artista plástico Lucian Freud, aos 88 anos. Nascido em Berlim, em 1922, ele era neto do criador da psicanálise, Sigmund Freud, e, junto a sua família, fugiu para Londres no início da década de 1930, quando já se anunciava na Alemanha a barbárie nazista. Lucian desembarcou na Inglaterra aos 10 anos de idade e lá se naturalizou inglês. Ele foi um dos mais importantes artistas de sua geração (ao lado de Francis Bacon) e pertenceu ao movimento artístico descrito como pós-moderno, com suas pinturas que extrapolavam a realidade, beirando o grotesco.

Ainda em vida, o artista alcançou o maior preço em leilão por uma obra sua em que retrata a extravagante e obesa nudez de Sue Tilley repousando em um sofá. A tela intitulada Benefits Supervisor Sleeping foi arrematada por US$ 33,6 milhões e bateu o recorde da Christie's de Nova York, que pertencia ao artista americano Jeff Koons. “Quero que a pintura funcione como carne. Para mim, a pintura é uma pessoa e deve exercer sobre mim efeito idêntico ao causado pela carne humana”. Outra famosa tela de Lucian Freud é a que ele retrata a modelo Kate Moss, “Naked Portrait”, de 2002.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email