O Carnaval vai a Nova York

O coletivo brasileiro Cia de Foto apresenta a sua viso da festa em um dos maiores festivais de fotografia do mundo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Carla Romero_247 - De 11 a 15 de maio, Nova York vai pensar, debater, apreciar e transpirar fotografia com uma forcinha do coletivo brasileiro Cia de Foto. O grupo exibirá a série de fotografias Carnaval no New York Photo Festival, um dos principais encontros do gênero no mundo. A proposta do evento, promovido desde 2007, é apresentar novas tendências e talentos da fotografia mundial. Por seus méritos, como originalidade e ousadia, a Cia de Foto e seu Carnaval cumprirão com facilidade a missão do Festival.

O Brasil tem uma forte tradição de imagens sobre o carnaval. O tema vem sendo exaustivamente fotografado. A imagem do carnaval vem sendo construída há anos com a ajuda de milhões de fotografias feitas sobre o assunto. É fácil imaginar como é esse tipo de fotografia: uma passista fantasiada exibindo um belo sorriso enquanto dança em uma escola de samba. A Cia de Foto nos apresenta um trabalho que quebra o paradigma dessa tradicional imagem carnavalesca.

Em Carnaval, os personagens não vestem fantasias. A massa está hipnotizada pela música, parecem em uma catarse coletiva. Os rostos que aparecem nas fotos são tão expressivos que o tema carnaval é deixado de lado. A obra instiga e fica completamente aberta para interpretação dos espectadores. Além das seis fotografias, trabalho também conta com uma música composta a partir das imagens, pelo Dj Guab. O som foi criado com os códigos binários extraídos do arquivo das fotografias.

O grupo está indo a Nova York a convite de Enrico Bossan, o chefe do departamento de fotografia da escola italiana Fabrica, editora da revista Colors, e um dos curadores do New York Photo Festival. Bossan divide a curadoria do evento com a editora de imagens da New Yorker, Elisabeth Biondi.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email