O legado de Marvin Gaye

dolo da msica mundial, a sua obra chega ao sculo XXI como uma das mais fortes expresses da soul music. Enquanto o clssico lbum Whats going on completa 40 anos, a sua influncia se nota em cantoras da novssima gerao como Amy Winehouse, Adele e Janelle Mone

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Natália Rangel_247 - O príncipe da Motown ficaria orgulhoso. No marco dos 40 anos do lançamento de sua obra prima, o álbum What's going on, uma rápida avaliada na cena musical contemporânea revela que não são poucos os seus súditos, ou súditas, no século XXI. Entre as novas vozes do estilo, destacam-se Amy Winehouse, Adele, Janelle Monáe e até Joss Stone. Considerado um dos nomes mais influentes da cena soul já na década de 1980, Gaye se firmou como artista independente e autoral em 1971 ao lançar este álbum, que agora volta às lojas em pacote especial, com dois Cds, 1 LP, 14 faixas inéditas e registros de jam sessions, faixas instrumentais e sessões de gravação no estúdio Motown B. Além disso, estão incluídas nesta caixa versões demo, o single You're the man e fotos raras. Ainda em homenagem ao artista, Steve Wonder e convidados, farão show histórico no Hollywood Bow cantando as músicas de Gaye. Entre as convidadas, novas vozes da soul music inspiradas por ele, como Janelle  e Sharon Jones.. Também serão relançados os trabalhos subseqüentes do artista, Trouble Man, de 1972, e Lets Get It On, de 1973.

What's going on foi um trabalho revolucionário e ousado: ainda um artista pouco conhecido no meio musical, Gaye provou com esse álbum que poderia tanto escrever quanto produzir seus próprios discos sem precisar estar a serviço do sistema institucionalizado pela Motown – e que era muito forte naquele momento. E ele fez mais: socialmente engajado, todas as faixas do álbum abordam questões políticas delicadas, como a guerra no Vietnã, o crescimento desordenado das cidades (“what about this overcrowed land”) ou ainda as questões climáticas (“Fish full of mercury”, na música Mercy Mercy me - the ecology), como a radiação e o vazamento de óleo no mar. No começo dos anos oitenta, temas comportamentais aparecem mais fortes em suas composições. É quanto estoura “Sexual Healing”, que lhe rendeu - antes de sua morte - dois prêmios Grammy.

O artista morreria tragicamente em 1984, assassinado pelo próprio pai, com quem mantinha uma tumultuada relação. Na cidade natal do músico, Detroit, o Motown Historical Museum está celebrando a vida e a obra do cantor com uma exposição de memorabilia, com fotos históricas, pôsteres, prêmios e roupas, narrando em ordem cronológica a história das duas décadas em que Gaye esteve na Motown. E não para por aí, o cantor soul vai ganhar uma cinebiografia assinada pelo diretor e roterista David Foster e supervisão musical de Roberta Flack. A direção ficará a cargo de C. Gaby Mitchell. O longa deve começar a ser filmado ainda neste ano em Ostend, na Bélgica, e se passará durante as gravações do álbum Midnight Love, que inclui o sucesso Sexual healing, nos anos 1980. A previsão é que estreia em 2012.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email