O som de artistas que nos deixaram

Apesar de não estarem mais aqui, esses ícones da música pop deixaram seu legado musical conosco. Estou de luto!

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Esse foi um fim de semana trágico pra música pop mundial. Perdemos mais uma grande artista de forma trágica. Amy Winehouse foi encontrada morta em seu apartamento em Canden, Londres. Especula-se que sua morte foi em decorrência de uma overdose de Ecstasy. Depois do sucesso de "Back to Black", seu segundo álbum, a cantora/compositora estava numa constante batalha pra se livrar do vício das drogas, com sucessivas tentativas mal sucedidas. Existe uma "maldição" dos 27/29 anos de idade, quando vários ícones da música pop faleceram de forma trágica. A lista de hoje traz 7 desses artistas brilhantes que nos deixaram, mas seu legado musical continua conosco. Estou de luto! 

1- Amy Winehouse - A cantora inglesa faleceu sábado, aos 27 anos de idade, depois de uma carreira meteórica e brilhante. Cantava desde criança, tocava guitarra e piano, compunha sua músicas, que interpretava com a maior sinceridade. Letras auto-biográficas, soul music de qualidade, levaram Amy até o topo. Deixou gravações rejeitadas pela gravadora Island, que devem estar na mesa de negociação neste exato instante. A indústria não perde tempo, né?

2- Janis Joplin - Outra cantora branca que cantava seguindo a tradição de ícones da música negra, como Bessie Smith, Big Mamma Thorton e Aretha Franklin. Sua história tem semelhanças com a de Amy. Seu estilo de vida, sua procura pelo amor de sua vida, todo o sentimento quando cantava uma canção. Talentosa, morreu vítima de overdose de heroina, aos 27 anos.

3- Jimmi Hendrix - Guitarrista fenomenal, imprimiu sua marca na história do Rock'n'roll. Hendrix nasceu me Seatle e foi o rei dos grandes festivais, como Monterrey, Woodstock e da Ilha de Wight. Amigo de Janis, dividia as atenções dos fãs do Rock nos anos 60. Também morreu aos 27 anos, vítima de afogamento com o próprio vômito, depois de uma overdose de medicamentos.

4- Kurt Cobain - Nasceu em Aberdeen, mas ficou famoso em Seatle, com a popularização do movimento Grunge. Sua banda, Nirvana, foi a mais cultuada como legítima representante desse período, entre o fim dos anos 80 e meados dos anos 90. Depressão, heroína e uma esposa doidona levaram Kurt a uma morte trágica. Um tiro de espingarda deu fim a sua vida. Passei anos ouvindo o disco Nevermind ao acordar. Conheci Cobain em Los Angeles, na passagem de som do VMAs, em 92. Essa estoria merece um relato especial. Não caberia aqui. Outro que faleceu aos 27 anos.

5- Jim Morrison - Vocalista da banda The Doors, Jim vinha de família de militares da marinha. Tinha aquele timbre de voz incrível e era um rebelde incontrolável. Quando a banda resolveu dar um tempo, Morrison viajou com a namorada pra Paris. Em julho de 1971, foi encontrado morto numa banheira. Oficialmente vítima de ataque cardíaco, boatos relatam a possibilidade de overdose por heroína, visto que sua namorada era viciada (e morreu 2 anos depois de overdose) e havia uma onda de heroina puríssima na época em que o cantor estava na cidade. De qualquer forma, foi mais um ícone do Rock que faleceu aos 27 anos de idade.

6- Brian Jones - Em 1962 ele convidou Mick Jagger e Keith Richards pra formar uma banda: The Rolling Stones. Músico brilhante, tocava guitarra, gaita, marimba, teclados. Multi-instrumentista, era o espírito rebelde da banda. O romance com os Stones durou até 1969, quando, devido ao seu vício em heroina, foi substituido por Mick Taylor. Pouco depois de seu afastamento, foi encontrado morto na piscina de sua mansão. Entre as várias versões para a sua morte, existe a de que foi assassinado por seu empreiteiro. O filme "Stoned" lançou romanticamente essa versão dos fatos. O fato é que foi mais um astro do rock que morreu aos 27 anos.

7- Keith Moon - Baterista da banda britânica The Who, conhecido por seu estilo selvagem com seu instrumento, gravou os melhores discos da banda, desde 1964 até 1978, sua última gravação (Who Are You), 3 semanas antes de morrer. Na noite de sua morte, ele estivera com Paul McCartney, na estreia do filme "The Buddy Holly Story". Depois do filme foi pro apartamento, onde Mamma Cass (vocalista do The Mammas and the Pappas) havia morrido. Ele estava morando nesse mesmo apartamento e se tratando do alcoolismo. Mas ninguém resiste a 32 cápsulas de heminevrin, calmante usado na época como parte do tratamento. Ele escapou da maldição dos 27 anos, mas não foi muito longe.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email