Olavo de Carvalho perde recurso e terá de pagar R$ 2,8 milhões a Caetano Veloso

As batalhas judiciais entre os dois ocorrem desde o ano de 2017, quando astrólogo publicou notícias falsas relacionando o cantor a casos de pedofilia. Nas quatro decisões judiciais publicadas até o momento, Caetano venceu todas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Nesta semana, a juíza Renata Oliveira e Castro, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, negou recurso pedido pela defesa do astrólogo Olavo de Carvalho, em ação que envolve o guru bolsonarista e o cantor e compositor Caetano Veloso.

Na liminar, a defesa de Olavo tentava eliminar a multa de 2,8 milhões de reais que ele deve pagar ao artista, segundo decisão judicial.

No entanto, a juíza considerou improcedente a impugnação da sentença – que foi estabelecida em 2017, embora o valor da multa tenha sido corrigido em dezembro de 2019.

As batalhas judiciais entre Caetano Veloso e Olavo de Carvalho ocorrem desde o ano de 2017, quando astrólogo passou a usar as redes sociais para publicar notícias falsas relacionando o cantor a casos de pedofilia. Nas quatro decisões judiciais publicadas até o momento, Caetano venceu todas.

Leia mais na Fórum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247