Oliver Stone manda mensagem a Lula: “você parece um leão, não conseguiram te destruir”

O cineasta Oliver Stone, uma das principais vozes contra o imperialismo no mundo, enviou uma mensagem ao ex-presidente Lula, após assistir sua entrevista ao canal russo RT. “Foi uma das entrevistas mais corajosas que assisti”

www.brasil247.com - Oliver Stone e Lula
Oliver Stone e Lula (Foto: Reuters | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)


247 - O cineasta estadunidense Oliver Stone, responsável por filmes que denunciam o imperialismo, como Snowden, ficou extremamente impressionado com a entrevista concedida na semana passada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao canal russo RT. "Você parece um leão. Foi uma das entrevistas mais ousadas e corajosas que já vi.. Você está totalmente focado. Eles não conseguiram te derrubar. Sua força é fenomenal", disse Stone, numa mensagem ao ex-presidente. 

Na entrevista ao programa Going Underground, transmitido no sábado 12 de setembro, pela emissora russa, Lula voltou a tratar do papel do governo estadunidense na América Latina e acusou o país de nunca ter aceitado o protagonismo internacional do Brasil desde a chegada do PT ao poder, em 2003.

O canal RT aponta que ao chegar ao Palácio do Planalto, há 17 anos, Lula foi responsável por tirar 20 milhões de seus compatriotas da pobreza e de investir em educação. Na entrevista, Lula critica a resposta do governo Bolsonaro e analisa o papel dos médicos cubanos na luta contra o coronavírus. Ele também fala da perseguição judicial que sofreu por obra de setores do Ministério Público Federal e do ex-juiz federal Sérgio Moro, que o condenou à prisão e, em seguida, virou ministro de Bolsonaro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula tratou ainda do papel do Departamento de Estado dos EUA, da CIA e do Departamento de Justiça dos EUA na deposição de Dilma Rousseff da Presidência da República. Ele também apontou o papel abusivo e ilegal de Moro e do procurador Deltan Dallagnol, além de relembrar as conquistas de sua administração no combate à fome. Ele também condenou as tentativas de extradição de Julian Assange para os Estados Unidos e a estrutura oligárquica da mídia no Brasil. Assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email