Os 85 anos de García Márquez

Aniversrio do escritor colombiano comemorado com verso digital do clssico Cem Anos de Solido

Os 85 anos de García Márquez
Os 85 anos de García Márquez (Foto: Divulgação)

247- Um dos maiores escritores da América Latina, o colombiano Gabriel García Márquez, comemorou 85 anos nesta terça-feira, 6. Para celebrar a data, o romance “Cem Anos de Solidão” será relançado pela primeira vez em formato digital. Além de comemorar o aniversário do nobel de literatura, a nova versão comemora também os 45 anos da publicação original.

O clássico literário chegará às livrarias virtuais pela editora Leer-e, editado por Ignacio Latasa, com co-edição feita pela editora Ramdom House Mondadori ( editora da publicação original). "Considerada uma das obras mais importantes da literatura hispano-americana, o romance já pode ser lido em espanhol em diferentes plataformas e livrarias digitais de Espanha, da América Latina, Estados Unidos e Europa”, publicou em nota a editora Mondadori.

Além da novidade digital, o escritor também foi homenageado pelo presidente russo, Dmitri Medvedev. O colombiano recebeu a medalha de Ordem de Honra, criada para reverenciar personalidades nos campos da arte e cultura, educação e filantropia. Com 30 livros publicados, Márquez relatou as dificuldades da cultura popular, a visão sofrida das mulheres colombianas e as histórias de seus avôs.

Entre as obras aclamadas do escritor estão "O amor nos tempos de cólera", "Ninguém Escreve ao Coronel" ou "Crônica de uma Morte Anunciada" e seu último livro, “Memorias de minhas putas tristes”. Jornalista, escritor e argumentista, o colombiano se aposentou do cenário literário em 2009.

“Cem anos de Solidão”, a obra mais conhecida do escritor, ganhou tradução em 35 idiomas e foi uma das principais referências para que Márquez ganhasse o prêmio Nobel de Literatura. O colombiano foi premiado em 1982 pelo conjunto de sua obra e por ter criado o realismo mágico na literatura latino-americana. Para os fãs, o relançamento será especial por resgatar a capa da versão original. A imagem projetada pelo escritor destacava um barco no meio de uma floresta. A primeira edição foi lançada com 8.000 exemplares, cerca de quatro décadas depois se calcula mais de 30 milhões de cópias vendidas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247